A NASCENTE NA LEGISLAÇÃO BRASILEIRA

UMA BREVE DISCUSSÃO

  • Sérgio Augusto Pereira Universidade Estadual de Londrina
  • Vanessa Maria Ludka Universidade Estadual do Norte do Paraná
Palavras-chave: Preservação ambiental; Uso sustentável da água; Recursos Hídricos.

Resumo

No mundo, a demanda por água está aumentando devido ao crescimento da população, da produção de alimentos, da energia hidráulica, entre outras atividades. Dessa forma, é necessário, na contemporaneidade, que se discuta a questão dos recursos hídricos. Assim, o objetivo desta pesquisa é apresentar um levantamento bibliográfico fundamentado na legislação brasileira referente às nascentes para que se possa expor como essa questão é tratada nas leis do Brasil. Metodologicamente, esta pesquisa foi fundamentada na legislação brasileira, sendo analisados decretos e leis referentes à legislação dos recursos hídricos e ambiental, como o Decreto nº 24.643, de 10 de julho de 1934, a Lei nº 4.771, de 15 de setembro de 1965, a Lei nº 12.651, de maio de 2012, a Constituição Federal de 1988, entre outras, mais especificamente tratando sobre as nascentes, além de pesquisa bibliográfica fundamentada em autores que também discutem o assunto. Este artigo foi dividido em dois tópicos. No primeiro apresentaram-se algumas leis que tratam a respeito da água, e no segundo, abordaram-se como as nascentes estão inseridas dentro dessas leis. A preservação das nascentes está contemplada na legislação brasileira, entretanto, nos últimos anos houve retrocessos em relação a política ambiental referente à proteção das nascentes.

Referências

BRAGA, Benedito.; FLECHA, Rodrigo.; PENA, Dilma S.; KELMAN, Jerson.; COELHO, Ana Carolina. A Reforma Institucional do Setor dos Recursos Hídricos. In: REBOUÇAS, A. C.; BRAGA, B.; TUNDISI, J. G. Águas Doces no Brasil: Capital Ecológico, Uso e Conservação. 4. ed. São Paulo: Escrituras, 2015. p. 613 - 652.

BRASIL. Decreto nº 24.643, de 10 de julho de 1934. Decreta o Código de Águas. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, seção 1, p. 14738, 20 jun. 1934.

BRASIL. LEI Nº 4.771 de 15 de setembro de 1965. Institui o novo Código Florestal. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, seção 1, p. 9529, 16 set. 1965.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, 1988. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, seção 1, p. 1, 5 out. 1988.

BRASIL. Lei nº 9.433/1997. Instituiu a Política Nacional de Recursos Hídricos. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 09 jan. 1997.

BRASIL. Lei nº 9.984, de 17 de Julho de 2000. Dispõe sobre a criação da Agência Nacional de Águas - ANA, entidade federal de implementação da Política Nacional de Recursos Hídricos e de coordenação do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, seção 1, p. 1, 18 jul. 2000.

BRASIL. LEI Nº 12.651, de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa; altera as Leis nos 6.938, de 31 de agosto de 1981, 9.393, de 19 de dezembro de 1996, e 11.428, de 22 de dezembro de 2006; revoga as Leis nos 4.771, de 15 de setembro de 1965, e 7.754, de 14 de abril de 1989, e a Medida Provisória no 2.166-67, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, seção 1, p. 1, 25 mai. 2012.

MOURA, Micaella Raíssa Falcão de.; SILVA, Simone Rosa da. Lei das Águas e a Gestão dos Recursos Hídricos no Brasil: contribuições para o debate. In: XIII Fórum Ambiental da Alta Paulista, 2017, Tupã. Anais...Tupã, 2017. p. 10-19.

RIBERIO, Wagner Costa. Geografia Política da Água. São Paulo: Annablume, 2008.

SALATI, Eneas.; LEMOS, Haroldo Mattos de.; SALATI, Eneida. Água e o Desenvolvimento Sustentável. In: REBOUÇAS, A. C.; BRAGA, B.; TUNDISI, J. G. Águas Doces no Brasil: Capital Ecológico, Uso e Conservação. 4. ed. São Paulo: Escrituras, 2015. p. 37 - 62.

TODD, David, K. Hidrologia de Águas Subterrâneas. Tradutores: Prof. Araken Silveira e Profa. Evelyna Bloem Souto Silveira. São Paulo: Editora Edgard Blücher LTDA, 1967.

TUNDISI, José Galizia.; TUNDISI, Takako Matsumura. Recursos Hídricos no Século XXI. São Paulo: Oficina de textos, 2011.
Publicado
2021-02-17
Como Citar
Pereira, S., & Ludka, V. (2021). A NASCENTE NA LEGISLAÇÃO BRASILEIRA. Congresso Brasileiro Da Guerra Do Contestad; Colóquio De Geografias Territoriais Paranaenses E Semana De Geografia Da UEL, 2, 183-195. Recuperado de http://anais.uel.br/portal/index.php/contestado/article/view/921