Contribuições para o estudo do núcleo urbano de Tomazina - PR

  • Bruno José Rodrigues Frank Unopar/Docente
  • Tais Cristina Berbet, Me Universidade estadual de Londrina
Palavras-chave: Sertões; Norte Pioneiro; Morfologia urbana

Resumo

Muitos dos povoados no Norte Pioneiro do Paraná não possuem uma história documentada de sua evolução urbana. Assim como em muitas regiões do Brasil, oriundas de booms econômicos, poucos foram os registros (na forma de cartas topográficas ou plantas) sobreviveram até nós. Para compreender a formação dos núcleos urbanos iniciais, é necessário a reconstrução e estabelecimento de hipóteses da constituição do tecido urbano.  Para isso estabelecemos hipóteses com bases nas condições originais do terreno e no histórico do processo de colonização da região tais como: estabelecimento de núcleos iniciais/áreas de cultivo e criação, defesa e visibilidade (a partir do campo). Em um segundo momento analisamos os tipos de quadra matriz presentes no núcleo original. Por fim realizamos um quadro evolutivo da expansão urbana desde a malha original até processos recentes. O artigo conclui com algumas considerações gerais a respeito da relação entre a constituição dos povoados no Norte Pioneiro e sua relação com o geografia.

Biografia do Autor

Tais Cristina Berbet, Me, Universidade estadual de Londrina

Possui graduação em Geografia pela Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão (2009), graduação em Pedagogia pela Faculdade Educacional da Lapa (2020), Especialista em Neuropscicopedagia, Mestrado em Geografia pela Universidade Estadual de Maringá (2012), Doutoranda em Geografia pela UEL (2019). Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Sensoriamento Remoto, atuando principalmente nos seguintes temas: geoprocessamento, sensoriamento remoto, cartografia, recursos hídricos e bacia hidrográfica.

Referências

ALMEIDA, A. D. Vida e morte do tropeiro. São Paulo: Martins, 1971.
CABRERA, L. Horizontes de São Roque do Pinhal: A atratividade em povoados no Norte Pioneiro - PR. 2017. 207f Trabalho Final de Graduação Interdisciplinar (Graduação em Arquitetura e Urbanismo). Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2017.
CASTEX, J.; PANERAI, P. Notes sur la structure de l’espace urbain. L’Architecture d’Aujourd’hui, dezembro–Janeiro 1971. pp. 30-33.
D'OLIVEIRA, A. C. Dama do Cinzas. Tomazina: Praça Coronel Joaquim Tomaz, 1998.
FRANK, B. Paisagem Etnográfica Paranaense - picadas, trilhas, veredas e estradas como componentes de estruturação. 2 Simpósio brasileiro de Cartografia Histórica, Tiradentes, p. 1-15, maio 2014.
KROPF, K. Aspects of Urban Form. Urban Form: International Seminar on Urban Form., Birmigham, v. 13, n. 2, p. 105-119, 2009.
MOUDON, A. A Catholic Approach to organizing what urban designers should know. In: CUTHBERT, R. Designing cities: critical readings in urban design. Oxford: Blackwell, 2003. p. 362-386.
MÜLLER, N. Contribuição ao estudo do Norte do Paraná. Boletim Paulista de Geografia, Rio Claro, n. 22, p. 55-97, 1956.
PANERAI, P.; CASTEX, J.; DEPAULE, J.-C. Formas Urbanas: De la manzana al bloque. Barcelona: Gustavo Gili, 1986.
SHARP, T. Anatomy of the Village. Harmondsworth: Penguin Books, 1946.
SOARES, F. S.. Um pioneiro nos sertões do Tibagi. Salto: Schoba, 2011.
TEIXEIRA, M. A. C. A forma da cidade de origem portuguesa. São Paulo: UNESP, 2012.
WACHOWICZ, R. C. Norte Velho, Norte Pioneiro. Curitiba: Gráfica Vicentina, 1987.
XAVIER, F. Panoramio. Panoramio: Fotografias de Fernando Xavier, 2014. Disponível em: . Acesso em: 10 outubro 2020.
Publicado
2021-02-17
Como Citar
Frank, B., & Berbet, T. (2021). Contribuições para o estudo do núcleo urbano de Tomazina - PR. Congresso Brasileiro Da Guerra Do Contestad; Colóquio De Geografias Territoriais Paranaenses E Semana De Geografia Da UEL, 2, 377-392. Recuperado de http://anais.uel.br/portal/index.php/contestado/article/view/930