PALHAÇOTERAPIA: RELATO DO USO COMO FERRAMENTA PARA AMENIZAÇÃO DA HOSPITALIZAÇÃO PROLONGADA

  • Camila Liviero de Moura
  • Maíra Bonafé Sei
Palavras-chave: Assistência Integral à Saúde, Hospitalização, Humanização da Assistência, Arte

Resumo

A hospitalização na maioria das vezes não é esperada pelos pacientes e seus acompanhantes, ela os colocam em uma posição de vulnerabilidade através da mudança de ambiente, exposição de suas fragilidades, separação de entes queridos e completa mudança da rotina vivida. Quando esta hospitalização se tona demasiadamente prolongada por motivos que não são da escolha do paciente, ele encontra-se mais exposto e frágil frente aos fatores os quais ele é exposto durante sua internação. Algumas ferramentas podem ser utilizadas a fim de amenizar este desconforto, como a palhaçoterapia. Relatar o impacto do uso da inserção do palhaço em ambiente hospitalar para pacientes e acompanhantes. Trata-se de um relato de experiência a cerca intervenções realizadas em unidades de internação em um hospital universitário de nível terciário durante atividades do Projeto Sensibilizarte na frente de atuação do palhaço. O uso do palhaço dentro do hospital possibilita levar mesmo que temporariamente o paciente para fora deste local através da arte. Quando inserido em ambientes formais o palhaço busca inverter a ordem das coisas, mudando completamente a lógica traçada pelo próprio ambiente, aquilo que era necessariamente algo sério, para o palhaço não é mais. Ele busca olhar para a pessoa sem barreiras, procurando sempre o que há de melhor naquilo que nos é dado pelo paciente até mesmo porque ele é a expressão mais sincera do seu eu. Quando o indivíduo passa por uma internação prolongada ele sente-se mais vulnerável, principalmente por ter sua autonomia retirada, passa a não possuir mais o poder de realizar escolhas, já que tudo deve seguir rigorosamente a rotina da unidade hospitalar. O palhaço devolve a ele durante o período da intervenção o poder de escolher entre o sim e o não. Além do paciente, muitas vezes os acompanhantes também são beneficiados, pois em muitas situações eles também se tornam alvo das intervenções. O uso do palhaço de hospital proporciona ao paciente e aos acompanhantes que se encontram sujeitos a longos períodos de hospitalização benefícios psicológicos, sociais e emocionais, amenizando os fatores desencadeados pelo estresse em decorrência da internação.

Publicado
2018-03-20
Como Citar
Moura, C. L. de, & Sei, M. B. (2018). PALHAÇOTERAPIA: RELATO DO USO COMO FERRAMENTA PARA AMENIZAÇÃO DA HOSPITALIZAÇÃO PROLONGADA. Encontro Nacional De Saúde, Cultura E Arte-MCA, (8). Recuperado de http://anais.uel.br/portal/index.php/mca8/article/view/36
Seção
Resumos