A SEQUÊNCIA DIDÁTICA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA

  • Thainara Fernanda Vieira Universidade Estadual de Londrina
  • Karen Alves Andrade Moscardini Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: formação de professores, docência, ensino, produção textual, sequência didática

Resumo

A formação de professores de Português passa por diversos conteúdos e teorias relacionados às concepções de língua e linguagem, porém, os aspectos metodológicos e conceituais, de forma prática, são abordados, geralmente, apenas nas etapas finais da formação, mais especificamente nos estágios. Assim, o objetivo dessa pesquisa é apresentar o Programa de Iniciação à Docência (PIBID) como facilitador do contato do graduando com o contexto da sala de aula e com as responsabilidades de um docente logo nos primeiros anos de graduação, recorrendo às Sequências Didáticas (SD), propostas por Schneuwly e Dolz (2004), como ferramenta para o iniciante à docência. Para verificar a efetividade das SD na formação de docentes de Letras, foi proposta a elaboração de um artigo de opinião na turma de 3º ano de Biotecnologia Integrado ao Ensino Médio do IFPR. As atividades desenvolvidas nesse processo foram organizadas em módulos, sendo que, cada um deles visava à compreensão e à sistematização dos elementos constituintes do gênero. A SD foi percebida como bastante pertinente para o trabalho com a produção textual, pois, além de promover o crescimento dos alunos, se comparadas a primeira versão e a final, conferiu segurança aos futuros docentes em suas regências por recorrem às SD como parâmetro para as suas práticas.Neste trabalho percebeu-se a SD como uma metodologia qualificada para atividade de professores iniciantes, já que apresenta etapas bem definidas, mas que não limitam a criatividade e a autonomia docente.

Publicado
2020-09-17