ANÁLISE SOBRE O IMPACTO DO GUIA TRANSFUSIONAL NAS REQUISIÇÕES DE TRANSFUSÃO DE RESERVA CIRÚRGICA

  • Alessandra Nunes Bertuol Universidade Estadual de Londrina
  • Eduardo Afonso do Nascimento Junior Universidade Estadual de Londrina
  • Tânia Hissa Anegawa Universidade Estadual de Londrina
  • Fausto Celso Trigo Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: guiatransfusional, reserva cirúrgica, hemocentro

Resumo

Introdução: Em julho de 2018, o Guia Transfusional foi implantado no Hemocentro de Londrina, essa é uma ferramenta de suma importância para que se alcance a utilização mais racional possível das bolsas sanguíneas, recursos humanos e financeiros envolvidos no processo de transfusão sanguínea. O guia atua como um documento educacional para todos os profissionais envolvidos no processo e ajuda a diminuir o desperdício de sangue, trabalho e tempo. Objetivo: A pesquisa teve como objetivo avaliar a eficácia do guia transfusional em otimizar o processo de transfusão sanguínea envolvido em determinados procedimentos cirúrgicos. Metodologia: Foram analisadas 332 requisições de reserva cirúrgica no período de março a outubro de 2018 - quatro meses antes e quatro após a implantação do guia. Cada uma das requisições foi transferida para um formulário, em que se comparou se a quantidade ou o tipo de componentes estava de acordo com o descrito no guia para aquele procedimento. Resultados: No período antecedente ao guia, foram analisadas 73 requisições de reserva, no qual nenhuma estava de acordo com o sugerido para as determinadas cirurgias. Após a implantação do guia, foram analisadas 259 reservas cirúrgicas, destas apenas 3% estavam em conformidade com o guia. Também foi possível observar um aumento de mais de três vezes no número de requisições analisadas após a implantação do guia, isso provavelmente se deu pela forma de preenchimento das requisições, que antes do guia não tinham padrão. Conclusões: Os resultados sugerem que a implantação do guia fez com que o número de reservas aumentasse. Porém, a falta de padrão de preenchimento das requisições antes da implantação dificulta a análise. Além disso, mesmo após a implantação, os números indicam que o preenchimento das reservas cirúrgicas ainda está longe do ideal, pois mesmo depois de constatado que a quantidade/tipo do componente não estava em conformidade com o sugerido, 82% das requisições foram mantidas sem conter uma justificativa médica escrita.

Publicado
2020-09-17