CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM DA CRIANÇA PEQUENA

  • Sayra Jorge Correia Universidade Estadual de Londrina
  • Sueli Rosa Nakamura Universidade Estadual de Londrina
  • Ingrid David dos Santos Universidade Estadual de Londrina
  • Renata Cristina Prado Universidade Estadual de Londrina
  • Carolina Sanches Sorpreso Universidade Estadual de Londrina
  • Thalita Feliciano da Silva Universidade Estadual de Londrina
  • Luara Tobias Gimenes da Costa Universidade Estadual de Londrina
  • Mayara Barbosa Massoni Universidade Estadual de Londrina
  • Solange Aparecida Luciano Serafim Universidade Estadual de Londrina
  • Marta Silene Ferreira Barros Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: Educação infantil, Contação de Histórias, Ensino-Aprendizagem, crianças pequenas

Resumo

O estudo apresentará a importância da Contação de Histórias no processo de ensino-aprendizagem das crianças pequenas. A Contação de Histórias tem o objetivo de despertar e desenvolver na criança a vontade de ler e contar histórias, que podem ser inventadas na hora em que a criança está contando, dispondo do auxílio do livro que pode conter imagens e escrita ou só imagens. O ato de contar histórias contribui para o desenvolvimento da imaginação, novas emoções e sentimentos, ampliação do vocabulário, dentre outras importantes contribuições. O ambiente escolar é lugar mais propício e privilegiado em que corre de maneira sistematizada e científica a contação, além do ensino se cuida, se educa, e faz com que as crianças consigam vivenciar experiências significativas para a apropriação da cultura elaborada. Na Instituição de Educação Infantil, os pequenos ampliam sua imaginação e identificam novas emoções que podem lhes causar sentimentos de alegria ou tristeza dependendo do assunto que será abordado pelo professor e de que forma isso ocorre. Como metodologia, optou-se pela pesquisa bibliográfica e teve como respaldo teórico a legislação brasileira e autores como Abramovich (2009), Abrantes (2011), Girotto (2016), Jambersi (2014), Lakatos (2003) e Silva (2014) que trazem relevantes contribuições para o assunto. Verifica-se a necessidade de incentivar a criança por meio desse objeto de apoio que é a Contação de Histórias para que ela não tenha dificuldade em gostar dos livros ou mesmo da própria leitura e, entende-se que, para que isso não ocorra, se faz necessário, tornar o momento de contar histórias parte do cotidiano das crianças nas Escolas de Educação Infantil.

Publicado
2020-09-18