O PAPEL DOS JOGOS NA EDUCAÇÃO BÁSICA EM GEOGRAFIA: UMA EXPERIÊNCIA DO PIBID NO ENSINO FUNDAMENTAL E UMA PROPOSTA PARA A RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA NO ENSINO MÉDIO

  • Lithyelly Luana de Souza Universidade Estadual de Londrina
  • Felipe Cavichioli Martins Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: Jogos, Educação, Proposta, Didáticas

Resumo

Os jogos aparecem como uma fuga para a monotonia em sala de aula, sendo uma ferramenta importante a ser apropriado pelo professor na busca de obter o interesse e participação de alunos, que por sua vez oferecem cada vez mais resistência aos métodos didáticos tradicionais visto que sua atenção é mais disputada do que nunca. Para isso, os professores precisam buscar alternativas viáveis e atrativas aos alunos para a construção do conhecimento, a dificuldade aparece em muitos aspectos, relacionadas à falta de recursos e de tempo na hora atividade, a limitação física e material do colégio, além da já citada anteriormente resistência dos alunos à propostas educacionais. A experiência nos primeiros anos do ensino fundamental representam um enorme sucesso, com grande entrega dos alunos para a realização das atividades, assimilação dos conteúdos onde a dificuldade de apreensão dos conteúdos é maior, sendo uma ótima alternativa para o sucesso na construção do conhecimento. A proposta é a realização de metodologias parecidas para o Ensino Médio, onde os jovens já chegam desinteressados no processo educativo e acabam se distanciando ainda mais com o passar dos anos, ao se afastarem cada vez mais de métodos tradicionais da aplicação do conteúdo. Sendo assim, a proposta de realização de jogos mais adultos ao Ensino Médio podem representar uma forma de prender a atenção dos alunos, trazendo debates políticos e que criem uma noção de pertencimento e de consciência social e de cidadania nos anos finais da educação básica.

Publicado
2020-09-19