O TRABALHO DO PROFESSOR DA EDUCAÇÃO INFANTIL ACERCA DA APROPRIAÇÃO DA CULTURA NA IDADE PRÉ-ESCOLAR: RELATO DE EXPERIENCIA DO PIBID PEDAGOGIA-UEL

  • Carolina Sanchez Sorpreso Universidade Estadual de Londrina
  • Ingrid David dos Santos Universidade Estadual de Londrina
  • Luara Tobias Gimenes da Costa Universidade Estadual de Londrina
  • Mayara Barbosa Massoni Universidade Estadual de Londrina
  • Renata Cristina Prado Universidade Estadual de Londrina
  • Sayra Jorge Correia Universidade Estadual de Londrina
  • Sueli Rosa Nakamura Universidade Estadual de Londrina
  • Thalita Feliciano da Silva Universidade Estadual de Londrina
  • Solange Aparecida Luciano Serafim Universidade Estadual de Londrina
  • Marta Silene Ferreira Barros Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: Educação, Educação Infantil, Apropriação da Cultura, Psicologia Histórico-Cultural. PIBID

Resumo

O presente trabalho abrange o estudo realizado na condição de bolsista  do programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), em que expomos discussões acerca do trabalho do professor da Educação Infantil e a apropriação da cultura dos pré-escolares. O estudo foi elaborado por meio de análises e debates que aconteceram no Grupo de Estudos: Foco: Formação Continuada: Implicações do materialismo histórico e dialético e da Teoria Histórico-Cultural na prática docente e no desenvolvimento humano, vinculado à UEL e de observações participativas em um Centro de Educação Infantil, localizado na cidade de Londrina- Pr. Nesse contexto, o estudo trata de um relato de experiência de uma aluna bolsista do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) da Universidade Estadual de Londrina. O mesmo busca analisar: Como o trabalho do professor viabiliza a transmissão da cultura humana para as crianças na idade pré-escolar? Com o intuito de responder ao questionamento se delineou como objetivo geral analisar de que maneira o professor pode contribuir para o desenvolvimento da criança de 4 a 6 anos. A análise contou com pesquisas bibliográficas pautadas na Teoria Histórico-Cultural e Pedagogia Histórico-Crítica, além dos relatos de experiência. Os resultados evidenciam a importância do trabalho do professor de Educação Infantil pautado em uma teoria que considera a criança um ser em desenvolvimento, que precisa se apropriar da cultura elaborada pela história da humanidade para poder se humanizar.

Publicado
2020-09-19