O USO DE METODOLOGIAS ATIVAS NO ENSINO DE GEOGRAFIA: DEBATENDO SOBRE O MUNDO BIPOLARIZADO

  • Maycon Moraes Souza Universidade Estadual de Londrina
  • Jessica Mayara Siqueira Silva Universidade Estadual de Londrina
  • Claudio Francisco Galdino Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: Metodologia Ativa, Debate, Capitalismo, Socialismo

Resumo

O presente resumo traz como tema principal, a aplicação de metodologias ativas no processo ensino-aprendizagem como forma de otimizar a assimilação do conteúdo trabalhado em sala. Em um sistema educacional complexo, que não permite tantos recursos, o papel do professor como mediador do processo ensino-aprendizagem se mostra imprescindível, de modo com que se alterne propostas metodológicas a fim de se buscar ao máximo o aprendizado dos alunos, das mais distintas formas. O objetivo deste resumo, é, portanto, destacar uma experiência de utilização das metodologias ativas para o ensino de Geografia na educação básica. A experiência prática ocorreu ao longo de duas aulas no Colégio Estadual Marcelino Champagnat, durante os meses de Maio e Junho de 2019. Diante do tema sugerido pelo Preceptor, foram planejadas duas aulas com o tema “Guerra Fria e o Mundo Bipolar”, em seguida, aplicadas em quatro turmas de nonos anos do período vespertino no colégio. Como resultado, tivemos num primeiro momento, uma aula expositiva, na qual foi contextualizada a Guerra Fria, entre o período pós Segunda Guerra Mundial, até os anos 90, com o fim da URSS e a nova ordem mundial. Na aula seguinte as turmas foram divididas em dois lados, um Capitalista e outro Socialista, e através de debate tiveram que defender o lado em que estavam inseridos. Com isso, conseguimos analisar como as turmas reagiram aos conteúdos abordados e como utilizaram a favor de suas defesas, dando destaque aos resultados da metodologia ativa tida como uma forte aliada no processo de ensino-aprendizagem.

Publicado
2020-09-19