OS DESAFIOS DA EDUCAÇÃO – EXPERIÊNCIA COM O ENSINO NOTURNO PELO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA

  • Matheus Felipe de Pádua Severino Universidade Estadual de Londrina
  • Eloiza Cristiane Torres Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: Educação, Ensino Médio, Noturno

Resumo

O Programa de Residência Pedagógica - RP vem no sentido de desenvolver aprimorar o estágio curricular dos cursos de licenciatura, bem como introduzir ao discente uma vivência mais completa do ambiente escolar. Porém, a vivência docente traz diversas dinâmicas ao licenciando, como, por exemplo, lecionar no período noturno. Assim, o presente trabalho tem por objetivo relatar e analisar a experiência de imersão no ambiente escolar noturno por meio do RP. O trabalho consistiu na observação e intervenção em turmas de Ensino Médio, no período noturno, do Colégio Estadual Hugo Simas, localizado na região central de Londrina. As análises tiveram como foco o contexto vivido pelo estudante, o interesse pelas aulas, o desempenho destes nas atividades e a relação estudante-educação. Notou-se uma forte correlação entre a realidade dos estudantes com o desempenho em sala de aula, tendo em vista que praticamente a totalidade dos alunos trabalham durante o dia e, já cansados, acabam por apresentar dificuldades na realização das atividades e na concentração. Além disso, uma considerável parcela dos estudantes não possuem a expectativa de seguir os estudos para além da educação básica, demonstrando uma fragilidade no estímulo à continuação dos estudos para os alunos. Com isso, as observações possibilitaram uma análise in loco das relações educacionais no período noturno, com destaque para os desafios postos e demonstrando a fragilidade e a necessidade de uma discussão mais ampla sobre o tema para que, assim, possam ser desenvolvidas maneiras eficazes de promover uma educação de qualidade para todos os alunos.  

Publicado
2020-09-19