REALIZAÇÃO DE AULAS PRÁTICAS OPTATIVAS EXTERNAS À UEL EM REPRODUÇÃO E OBSTETRÍCIA DE GRANDES ANIMAIS

  • Fabiana De Dio Sarapião Universidade Estadual de Londrina
  • Gustavo Martins Gomes dos Santos Universidade Estadual de Londrina
  • Katia Cristina Silva-Santos Universidade Estadual de Londrina
  • Suellen Miguez González Universidade Estadual de Londrina
  • Ana Clara Canto Souza Universidade Estadual de Londrina
  • Marcelo Marcondes Seneda Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: Reprodução, Biotecnologias, Método Ensino-Aprendizagem

Resumo

O curso de graduação em Medicina Veterinária da Universidade Estadual de Londrina (UEL) possui grande número de discentes com interesse na atuação em Reprodução e Obstetrícia de grandes animais. Contudo, há uma crescente restrição de espaço e um pequeno número de animais somado ao elevado custo de manutenção no rebanho do Hospital Veterinário da UEL. Assim, novas alternativas têm sido buscadas para garantir o desejável padrão de aulas práticas da graduação e até mesmo da pós-graduação. Como resolução para este contratempo houve a instituição de parceria com propriedades rurais e empresas agrárias.  Desta forma, este projeto tem como objetivo, promover atividades complementares aos discentes do curso de graduação na atuação aplicada em reprodução animal. O projeto foi desenvolvido na Fazenda Santa Maria (Sheep Embryo Reprodução Animal; Assaí-PR) e no Laboratório de Biotecnologias em Reprodução Animal (REPROA-UEL). Foram dispostos bovinos, equinos e ovinos para desenvolver atividades e cursos relacionados à Biotecnologias nessas espécies, como: inseminação artificial, ultrassonografia transretal modo B e doppler, prática de diagnóstico de gestação, aspiração folicular, colheita de sêmen, andrologia, superovulação, colheita de embriões, produção in vitro de embriões, manipulação, seleção e classificação de oócitos e embriões, e congelação de embriões. Desta forma, foi possível aproximar os discentes à realidade do mercado de trabalho e melhorar o método de ensino-aprendizagem dos alunos de graduação, além de incrementar os experimentos dos alunos do programa de pós graduação.

Publicado
2020-09-21