RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE SEQUÊNCIA DIDÁTICA NO ENSINO DE BIOLOGIA E QUÍMICA NO ENSINO FUNDAMENTAL

  • Felipe Daiki Takeshita Universidade Estadual de Londrina
  • Caio Cezar Nantes Martins Universidade Estadual de Londrina
  • Clarise Calado dos Santos Universidade Estadual de Londrina
  • Vera Lucia Bahl Oliveira Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: residência pedagógica, multidisciplinar, sequência didática

Resumo

O desafio de ensinar ciências vai além de ministrar um conteúdo para os alunos: é importante relacionar os assuntos trabalhados a diferentes disciplinas e ao cotidiano. É necessário transpor os limites de aulas tradicionais, de modo que o assunto seja mais interessante pela perspectiva do estudante, bem como o aprendizado, mais significativo. As sequências didáticas são relevantes por possibilitarem o planejamento e trabalho dessas relações. Este trabalho objetivou desenvolver uma sequência didática sobre fotossíntese, relacionando aspectos da biologia e da química do ensino fundamental. Nos quatro encontros, desenvolveu-se atividades práticas e debates como ferramentas durante a aprendizagem. Nestes encontros semanais com nonos anos de um colégio central de Londrina, foi trabalhado fotossíntese, moléculas energéticas e cadeia alimentar. Os encontros foram realizados com debates e perguntas, para resgatar os conhecimentos prévios e para reforçar temas precedentes, como base para atividades posteriores, sendo que no primeiro, explicou-se genericamente o conceito de fotossíntese, diferenciando-a da respiração, assim como as moléculas envolvidas na reação e seus respectivos produtos. No segundo, houve dois experimentos: um para evidenciar a síntese de gases pela planta e outro para identificar a reserva (amido) nas folhas. No terceiro, elaborou-se uma atividade lúdica a fim de definir a cadeia alimentar e o papel das plantas como produtores. O quarto encontro foi de cunho avaliativo. Durante as aulas ministradas, foi notório o interesse dos alunos, os quais sempre se dispuseram a participar das práticas. Os estudantes apresentaram bom rendimento: 80% compreenderam o conteúdo; 15% ainda não diferencia fotossíntese e respiração vegetal.

Publicado
2020-09-21