VIVÊNCIAS E EXPERIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONTRIBUIÇÕES DO PIBID/PEDAGOGIA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA

  • Karine Veres Faria Universidade Estadual de Londrina
  • Sara Dakkache Lopes Universidade Estadual de Londrina
  • Isabela Barbosa Christovão Universidade Estadual de Londrina
  • Letícia Gaspar da Silva Rocha Universidade Estadual de Londrina
  • Nathany Aparecida Trece Universidade Estadual de Londrina
  • Valter Luiz do Prado Junior Universidade Estadual de Londrina
  • Ana Paula Moraes Universidade Estadual de Londrina
  • Bruna de Azevedo Marcon Universidade Estadual de Londrina
  • Ana Beatriz Yukie Saito Universidade Estadual de Londrina
  • Lilian Caroline Machado Universidade Estadual de Londrina
  • Marta Regina Furlan de Oliveira Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: Educação Infantil, Formação de Professores, PIBID

Resumo

Este texto apresenta o projeto PIBID – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica da Universidade Estadual de Londrina (UEL) no curso de Pedagogia na área de educação infantil. Esse grupo contém 30 (trinta) estudantes da 1ª e 2ª séries do Curso de Pedagogia distribuídos em três grupos com 10 acadêmicos para um orientador (1 coordenador e 2 professores voluntários). O objetivo principal do trabalho é relatar as vivências e experiências da docência na educação infantil à luz das contribuições do Pibid/Pedagogia da UEL. De forma particular, fomentar a iniciação à docência dos estudantes em sintonia com o processo formativo contínuo de professores que atuam na educação infantil, para um aprimoramento profissional e pessoal dos estudantes, professores supervisores e orientadores. A metodologia tem ações relacionadas à formação inicial e continuada: reuniões de estudo à luz de fundamentos teórico-metodológicos dirigidos; participação em cursos de extensão promovidos pelos professores orientadores; observação-participante na sala de referência da educação infantil, nível 5 (4 a 5 anos); participação nas atividades de docência (planejamento, materiais didáticos, elaboração de jogos e outros materiais, aplicação de atividades às crianças, observações e diagnose da realidade, elaboração do portfólio – registro reflexivo da realidade, produções científicas para eventos e periódicos, entre outras). A base teórica está em Gatti e Barreto (2009), Formosinho (2002), Moyles (2010), Kramer (2002), Moss (2002). Como resultado o PIBID é de grande relevância no aperfeiçoamento da formação inicial dos futuros professores, principalmente, no compromisso da profissão para a educação das crianças desde a mais tenra idade.

Publicado
2020-09-21