ATENDIMENTO EM GRUPO MULTIPROFISSIONAL COMO ESTRATÉGIA PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE DO ADOLESCENTE.

  • Ana Paula Rosendo Ferreira Gonçalves
  • Gislaine Aparecida de Oliveira da Silva
  • Carolina Ribas
  • Rafaela Vieira Jorge
  • Rubia Camila Sehnem
Palavras-chave: Adolescente, Atenção Primária à Saúde, Assistência Integral à Saúde

Resumo

INTRODUÇÃO: A adolescência é um período de transição em que ocorrem muitas mudanças biológicas, psicológicas e também sociais, onde o indivíduo busca uma identidade. Considerando que o adolescente de hoje é o adulto de amanhã e que as ações em saúde na Atenção Básica (AB) devem interferir nos modos e estilos de vida da população como meio efetivo de promoção de saúde e prevenção de doenças, é de extrema importância que os serviços de saúde olhem com mais atenção para essa população. Para auxiliar a AB nessas ações foi desenvolvido o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), programa composto por diversas categorias profissionais, o que possibilita a ampliação do cuidado integral em saúde. OBJETIVO: Oferecer atendimento multiprofissional para adolescentes no formato de grupo terapêutico, como alternativa para promoção de saúde e prevenção de agravos. MÉTODO: O grupo teve início em agosto de 2017 e vem seguindo a sequência de 10 encontros que ocorrem quinzenalmente, onde cada encontro é abordado uma temática diferente pré-determinada pela equipe, considerando as demandas e as orientações propostas pelo Ministério da Saúde na Caderneta de Saúde do Adolescente, bem como sugestões dos próprios participantes. RESULTADOS E DISCUSSÃO: O trabalho diário dentro da Unidade Básica de Saúde (UBS) evidenciou uma alta demanda do público adolescente pelos serviços de nutrição e psicologia. Uma vez que a saúde deve ser trabalhada de forma integral, principalmente num estágio de tantas mudanças, observou-se a necessidade de um espaço para acolher as solicitações, como também proporcionar a reflexão em outros aspectos como sexualidade, doenças sexualmente transmissíveis, álcool e outras drogas, distúrbios alimentares, conflitos familiares, postura corporal entre outros. Antes de iniciar o grupo com os adolescentes, foi realizado um encontro com os pais para exposição do cronograma e breve discussão sobre educação parental, observando a necessidade de intervenção com os mesmos em um grupo paralelo a fim de serem trabalhados os conflitos e desafios pertinentes desta relação. CONCLUSÃO: Sendo assim, a prática do trabalho multiprofissional em grupo com adolescentes tem se mostrado uma estratégia exitosa, pois permite um espaço de promoção de saúde na atenção básica.

 

Publicado
2018-05-27
Seção
Artigos