ATUAÇÃO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM NO CUIDADO HUMANIZADO AS CRIANÇAS ONCOLÓGICAS HOSPITALIZADAS

  • Bruna Rodrigues Araújo Santos
  • Michelle Ribeiro Cordeiro de Souza
Palavras-chave: Cuidado infantil, humanização, oncologia

Resumo

INTRODUÇÃO: O câncer é um processo patológico que consiste na mutação genética do DNA celular, dando origem a uma célula clone, que por sua vez se multiplica de forma desordenada, podendo atingir tecidos e órgãos subjacentes. No câncer infantil, esse processo se torna mais difícil de ser explicado, pela dificuldade de levantar os reais motivos que levam o desenvolvimento da doença. As crianças oncológicas apresentam vários sentimentos, sendo estes positivos e/ou negativos e necessitam de um tratamento mais humano, que envolva os aspectos físicos e emocionais. OBJETIVO: Identificar a atuação da equipe de enfermagem no cuidado humanizado às crianças oncológicas hospitalizadas. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa bibliográfica descritiva, realizada no período de fevereiro a novembro de 2015. RESULTADOS E DISCUSSÕES: A equipe de enfermagem exerce um papel essencial na assistência onco-infantil e para possibilitar um cuidado humanizado, as atividades de enfermagem precisam ser acolhedoras, os profissionais devem ser flexíveis, sensíveis, dispostos e criativos nas situações apresentadas pelos pacientes e pelos familiares envolvidos nesse processo tão árduo. CONCLUSÃO: Percebe-se que com as práticas humanizadas, as crianças se sentem mais seguras, aceitam melhor o plano terapêutico e essa caminhada se torna menos traumática, assim, a comunicação entre as pessoas envolvidas se torna facilitada e as necessidades são significativamente atendidas. 

Publicado
2018-05-27
Seção
Artigos