EXPECTATIVAS DOS ESTUDANTES DE ENFERMAGEM EM RELAÇÃO À PRÁTICA DO BRINQUEDO TERAPÊUTICO

  • Ana Flavia Placidino
  • Ellen Dragão da Costa
  • Flávia Lopes Gabani
  • Karoline Hyppolito Barbosa
  • Rosângela Aparecida Pimenta Ferrari
Palavras-chave: Criança hospitalizada, Jogos e brinquedos, Humanização, Enfermagem pediátrica, Estudante de Enfermagem

Resumo

 

INTRODUÇÃO: O período de hospitalização é um momento de grande impacto para a criança, causando medo e estresse. O Brinquedo Terapêutico (BT) é uma técnica humanizada utilizada pelo enfermeiro que objetiva amenizar os sentimentos negativos dessa fase, possibilitando um momento lúdico para a criança. Para isso é necessário, que desde a graduação, os estudantes de enfermagem tenham uma aproximação com o assunto. Uma das formas de aproximar os acadêmicos com o tema é através de projetos de extensão, pois é uma estratégia importante para a formação acadêmica, oferecendo oportunidade ao graduando de interação com a sociedade, favorecendo uma experiência mais humanizada para sua futura atuação pratica. OBJETIVO: Conhecer as expectativas dos acadêmicos de enfermagem frente à utilização da prática do Brinquedo Terapêutico. MÉTODOLOGIA: Estudo do tipo qualitativo, realizada à luz do referencial teórico metodológico de Bardin. A análise ocorreu por meio da trans­crição das entrevistas gravadas dos 37 graduandos vinculados ao projeto de extensão: “Utilização do Brinquedo Terapêutico em crianças hospitalizadas em uma unidade pediátrica". Projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa nº 039/2014, CAAE nº 278364190000523. RESULTADOS E DISCUSSÕES: Dentre os 37 acadêmicos entrevistados, 16 estavam na 1ª série e 21 na 2ª série, todos vinculados a este projeto de extensão, a qual realizam semanalmente a aplicação do BT na pediatria de um hospital universitário. Compreendeu-se por meio dos discursos dos acadêmicos expectativas positivas em relação ao uso da prática do BT para sua futura atuação, relataram ser uma técnica importante e humanizada do cuidado a ser empregada em sua atuação como futuros profissionais de enfermagem. Relataram também expectativas benéficas relacionadas ao seu desenvolvimento pessoal e profissional. CONCLUSÃO: Observou-se que projetos de extensão relacionados ao Brinquedo Terapêutico levam os alunos a se aproximarem dessa prática, visto que essa experiência é escassa durante a graduação. Além disso, percebemos a importância do BT em unidades pediátricas, tanto para criança quanto para os acadêmicos que vivenciam a pratica, garantindo a partir desta técnica, a oportunidade de adquirir assistência ao cuidado humanizado.

Publicado
2018-05-27
Seção
Artigos