PARTICIPAÇÃO POPULAR NOS COMITÊS DE BACIA HIDROGRÁFICA. DO DISCURSO A PRÁTICA NA SUB BACIA DO RIBEIRÃO JEQUITIBÁ - MG

  • Max Paulo Rocha Pereira Universidade Estadual de Londrina
  • Marcelo Álvares Tenenwucel
  • Erika Ferreira da Silva
  • Adriana Monteiro da Costa
Palavras-chave: Palavras-Chave: governança hídrica, gestão descentralizada.

Resumo

A gestão descentralizada e participativa dos recursos hídricos se apresenta como um dos maiores desafios
da atualidade na tentativa de promover a equalização entre consumo de recursos naturais e manutenção da
qualidade ambiental. Essa problemática fez com que diferentes áreas relacionadas ao tema elaborassem modelos
de governança que possibilitassem a extração por meio dos diferentes usos da água aliados a ações de preservação
na tentativa de garantir sua função estoque. Os subcomitês e comitês de bacia hidrográfica são conselhos
consultivos com atuação respaldada pela política brasileira de recursos hídricos, que se solidificaram como órgãos
participativos da gestão descentralizada de bacias hidrográficas no Brasil. No entanto, muito se tem pesquisado
acerca da efetiva participação popular nesses conselhos uma vez que os mesmos são compostos por diferentes
atores sociais, com diferentes capitais sociais e respectivamente diferentes interesses. Neste trabalho buscou-se
analisar a relação de presença-ausência nas reuniões do subcomitê do Ribeirão Jequitibá, além da realização de
Análise Fatorial por Correspondência (AFC) das palavras presentes nas ATAS, possibilitando uma interpretação
com relação à efetiva ocupação das cadeiras que representam os diferentes segmentos da sociedade e da formação
de grupos semânticos significativos na relatoria das reuniões.

Publicado
2018-11-28