SEGMENTOS SOCIOESPACIAIS URBANOS E A GESTÃO DE LIMITES MUNICIPAIS: O CASO DO BAIRRO COHATRAC-ITAGUARÁ, SÃO LUÍS-MA

  • Luís Fabiano de Aguiar Silva
Palavras-chave: Expansão Urbana; Divisas; Infraestrutura Urbana.

Resumo

Esta investigação ora intitulada Segmentos Socioespaciais Urbanos e a Gestão de Limites Municipais: o
Caso do Bairro Cohatrac Itaguará, São Luís-MA, objetiva retomar parte de uma pesquisa realizada em 2007 acerca
do processo de expansão urbana da Ilha do Maranhão, tratando especificamente das divisas entre os municípios
de São Luís e São José de Ribamar. O estudo privilegiou as condições de infraestrutura urbana do Conjunto
Itaguará, bairro escolhido por encontrar-se no cerne da questão das divisas municipais entre as duas cidades.
Resultante do crescimento acelerado de São Luís que levou a absorção de aglomerados rurais da cidade limítrofe.
A problemática na indefinição das divisas entre os bairros que estão entre a capital e São José de Ribamar, tem
início a partir das políticas estaduais de habitação, representadas pela Caixa Econômica Federal, direcionadas
prioritariamente às camadas da população de médio e baixo poder aquisitivo, existindo necessidade de alojá-las
estrategicamente em áreas periféricas da capital, de valor módico. Assim, este texto visa apresentar as mudanças e
permanências do referido bairro após dez anos do primeiro estudo realizado, somando-se as atuais definições das
divisas municipais entre as referidas cidades, haja vista que no período de estudo não estavam claramente definidas.

Publicado
2018-11-28