ANÁLISE DOS CONDICIONANTES DE DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DE PRODUTORES DE FRUTAS, LEGUMES E VERDURAS NA REGIÃO CENTRAL DO RIO GRANDE DO SUL

  • Andressa Garcia Fontana UEL
  • Alessandro Carvalho Miola UEL
  • Ricardo Vieira da Silva UEL
  • Vitor Hugo de Almeida Junior UEL
Palavras-chave: Relação Produção-Consumo; Relação Rural-Urbano; Georreferenciamento

Resumo

Este trabalho origina-se de um conjunto de ações desenvolvidas a partir de julho de 2014, quando
professores do Colégio Politécnico da UFSM e profissionais da EMATER-RS iniciaram um amplo estudo sobre a
produção e consumo de frutas, legumes e verduras (FLV) em 35 municípios da região central do Rio Grande do
Sul (RS). Nessa região, a produção e consumo de FLV desenvolve-se assumindo alguns padrões de distribuição
espacial, que têm relação com fatores físico-geográficos e socioeconômicos. O trabalho objetivou analisar de forma
qualitativa e quantitativa esses fatores, tidos como condicionantes da distribuição de produtores de FLV, a partir
de uma abordagem de análise geoespacial, por meio da álgebra de mapas. Para isso, a metodologia partiu do
georreferenciamento de 1091 propriedades e considerou como fatores de influência de sua dispersão espacial: a
topografia (declividade e altitude); o uso da terra; o sistema rodoviário e a polarização de mercados em áreas
urbanas. As propriedades foram segmentadas por atividade (fruticultura, olericultura ou ambas). Os resultados das
análises geoespaciais demonstraram haver uma predominância de olericultores nas proximidades das cidades e de
fruticultores em áreas mais distantes dessas, onde o relevo é mais declivoso e o uso do solo predominante é mais
diversificado.

Publicado
2018-11-28