CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA E IDENTIFICAÇÃO DE SOLOS DESENVOLVIDOS DE ARENITO EM UMA PEDOSSEQUÊNCIA LOCALIZADA NO MUNICÍPIO DE SANTA FÉ, PR.

  • Larissa Cristina Figueiredo Ramiro UEL
  • Rosana Kostecki de Lima UEL
  • Hermiliano Felipe Decco UEL
  • Pedro Rodolfo Siqueira Vendrame UEL
Palavras-chave: identificação; mapeamento; erodibilidade.

Resumo

O seguinte trabalho apresenta a caracterização química e a identificação de solos desenvolvidos de
arenito no município de Santa Fé, estado do Paraná. O modelo proposto pelo Sistema Brasileiro de Classificação
de Solos – SiBCS (EMBRAPA, 2013) foi utilizado para realizar a identificação dos solos. Para realização das
análises foram coletadas amostras de três trincheiras, na zona rural da cidade supracitada, e em seguida fora
realizada análises químicas e físicas no Laboratório de Solos, do Centro de Ciências Agrárias da Universidade
Estadual de Londrina (UEL). Para auxílio e melhor entendimento do trabalho, foram utilizados mapas
planialtimétricos e pedológicos. Foram descritos os atributos morfológicos e foram analisados os teores de Ca,
Mg, K e Al. Foi possível verificar que os solos apresentam características morfológicas condizentes com a classe
dos Latossolos; Constatou-se que a trincheira 3 foi a que apresentou maior teor de potássio e a trincheira 1
apresentou os maiores teores de cálcio e magnésio. Os resultados permitem concluir que o solo desenvolvido de
arenito precisa de maiores cuidados, pois são mais suscetíveis a processos erosivos.

Publicado
2018-11-28