A DINÂMICA SOCIOESPACIAL EM PEQUENAS CIDADES: A GEOGRAFIA DE OUVIDOR (GO)

  • Angélica Silvério Freires
  • Idelvone Mendes Ferreira
Palavras-chave: Redes; Configuração socioespacial; Espaço geográfico.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar o momento que estamos vivenciando de técnicas, ciências e informações interagindo nos espaços vividos, tendo como exemplo Ouvidor (GO), a pequena cidade do interior do Brasil, localizada no Sudeste do estado de Goiás, que com seus 64 aos de emancipação política, se conecta ao mercado mundial da globalização capitalista, pelo circuito espacial da produção, por meio da mineração, principalmente vinculadas à extração de Fosfato e Nióbio. Para as análises e reflexões da temática, o trabalho teve como procedimento metodológico, a pesquisa bibliográfica, perpassando por variáveis como redes, pequenas cidades, espaço urbano, dentre outras, e a pesquisa documental, permitindo levantar dados socioeconômicos e históricos do município, recorte espacial da pesquisa. Com influência na dinâmica local, as atividades desenvolvidas no Município, através de suas distintas redes, promovem a circulação de materiais, serviços e capital, implicando em qualidade de vida para a população humana local, com acesso a bens modernos e contemporâneos pela Sociedade de hábitos tipicamente interioranos, num híbrido de relações desiguais e contraditórias, e ao mesmo tempo complementares, caracterizando o lugar
como singular, fazendo-nos questionar sobre as categorizações generalizadas para as menores hierarquias de cidades e as diferentes configurações socioespaciais ocultas nessa suposta homogeneização. 

Publicado
2018-12-05