O PEQUENO COMÉRCIO VAREJISTA NA DINÂMICA SOCIOESPACIAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE LONDRINA/PR

  • Guilherme Pereira Cocato
  • Edilson Luis de Oliveira
Palavras-chave: Micro e pequenas empresas (MPE’s); condições gerais de produção; centralidades urbanas.

Resumo

Este trabalho descreve e analisa a participação de Micro e Pequenas Empresas (MPE’s) do comércio varejista na dinâmica socioespacial da Região Metropolitana de Londrina (RML). São descritas e analisadas, à luz da bibliografia e de aspectos empíricos, a concentração de empregos formais gerados em sete municípios da RML e a formação embrionária de novas centralidades, baseadas em MPE’s varejistas no município de Londrina, que abriga a maior parcela da área urbana estudada. Esta análise envolveu o detalhamento das especificidades de sobrevivência destas MPE’s, sua distribuição espacial e as possíveis centralidades urbanas para as quais contribuem. Verificou-se o grau de participação das atividades varejistas na economia local e estrutura espacial da RML, aferida por meio dos empregos formais gerados pelas MPE’s de segmentos específicos do comércio varejista. A participação na estrutura espacial foi analisada por meio da formação de centralidades em subdistritos da área urbana de Londrina. Notou-se que as MPE’s do comércio varejista respondem por parcela significativa dos empregos e da circulação/formação de centralidades urbanas, a partir de concentrações das chamadas condições gerais de produção. Conclui-se pela importância das MPE’s dos segmentos analisados e, desta forma, com impacto direto na dinâmica socioespacial e econômica da RML e seu município principal.

Publicado
2018-12-04