UNIDADES CLIMÁTICAS EM BELO HORIZONTE E REGIÃO, ESTADO DE MINAS GERAIS: PROPOSTA PRELIMINAR

  • Jaqueline da Consolação Silva
  • Carlos Henrique Jardim
Palavras-chave: temperatura; pluviosidade; sistema climático.

Resumo

A interação entre os componentes atmosféricos e a superfície terrestre resultam no mosaico diferenciado
de climas. Para tanto é fundamental a compreensão desse sistema, em diferentes escalas, uma vez que influenciam
diretamente nos processos naturais e atividades humanas. Considerando esse aspecto, o objetivo deste artigo foi
apresentar uma proposta (preliminar) de compartimentação do clima em Belo Horizonte e região. Os
procedimentos metodológicos incluíram a análise dos dados de estações meteorológicas, imagens de satélite e
cartas sinóticas dos meses de julho e novembro de 2017, representativos de condições de tempo seco e frio e
quente e chuvoso, respectivamente. A espacialização dos resultados na forma de mapas de isotermas e isoietas
mostrou evidente relação entre a variação dos atributos climáticos com controles dinâmicos atmosféricos (massas
de ar) e de superfície, principalmente o relevo, amplificando ou atenuando os impactos de resfriamento,
conservação de calor e chuvas.

Publicado
2018-12-05