EXPANSÃO URBANA E EXCLUSÃO TERRITORIAL: A OCUPAÇÃO DO JARDIM CAMPOS VERDES – CAMBÉ / PR

  • Jéssika Vieira Marques
  • Sandra Maria Almeida Cordeiro
Palavras-chave: Território; crescimento urbano; desigualdades sociais.

Resumo

A expansão urbana que se desenvolveu no Estado brasileiro pode ser caracterizada pelo forte incremento
as disparidades entre os grupos sociais, isto porque a lógica da divisão territorial das cidades tende a privilegiar as
elites e penalizar a classe trabalhadora. Neste sentido, o território acaba por se tornar o palco das exclusões, sejam
elas sociais, econômicas ou até mesmo culturais. Quando se trata das moradias irregulares – as ocupações – este
aspecto se torna ainda mais evidente, dado o padrão de informalidade e ilegalidade que estigmatiza estes territórios.
Assim, a proposta deste artigo é identificar a relação entre o explosivo crescimento urbano com a exclusão
territorial. Desta forma, primeiramente levantamos alguns aspectos conceituais acerca de território e em seguida
discutimos alguns elementos sobre a expansão urbana e seu papel junto a exclusão territorial. Por último, utilizamos
uma referência empírica – a ocupação localizada no Jardim Campos Verdes, de Cambé/PR – para compreender
os reflexos da exclusão que advém do crescimento urbano.

Publicado
2018-12-04