O “Simpósio de Humanização em Saúde” foi planejado e concebido com os objetivos de disseminar aspectos teóricos e práticos da humanização em saúde e de apresentar e divulgar o projeto de extensão “Sensibilizarte: a arte como instrumento para humanização na formação e no cuidado em saúde – segunda fase”. Os estudantes que tiverem interesse em fazer parte do projeto, devem necessariamente comparecer a todos os dias do evento e estarem matriculados em algum curso de graduação da área da Saúde na UEL. Espera-se que o encontro e trocas entre estudantes futuros profissionais da saúde e profissionais da saúde já consolidados e atuantes (o público-alvo do evento), contribua para desmistificar o uso de intervenções artísticas na rotina hospitalar e o próprio conceito de humanização, estimulando reflexões e problematizações, tendo a arte como ponto relevante para as práticas de promoção da qualidade de vida na Saúde. As práticas e desdobramentos na formação profissional possibilitadas pelo Sensibilizarte também servem de base para discussão do papel de recursos artístico-expressivos no âmbito hospitalar, de como intervenções artísticas podem se configurar como instrumentos em potencial para promoção da saúde e para uma formação humanizada. Para que esses objetivos sejam alcançados, o Simpósio conta com palestras, mesas-redondas, oficinas de aprofundamento nas práticas de cada frente de atuação do Sensibilizarte (Artesanato, Contação de Histórias, Música e Palhaço) e apresentação de trabalhos. Por fim, espera-se que o “Simpósio de Humanização em Saúde” traga à tona a importância dos ideais e práticas supracitadas, reafirmando sua relevância tanto para aqueles que já tenham contato, como despertando interesse naqueles que jamais entraram em contato com essas temáticas, fazendo de todos os participantes, potenciais multiplicadores desses saberes que podem reverberar tanto em suas rotinas profissionais como pessoais.