Relato de experiência: atendimento humanizado no parto

  • Tatiane Tokushima Universidade Estadual de Londrina
  • Izabel Dayana de Lemos Santos Universidade Estadual de Londrina
  • Fabiana Fontana Medeiros Universidade Estadual de Londrina
  • Alexandrina Aparecida Maciel Cardelli Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: humanização da assistência, parto, serviços de saúde pública

Resumo

O processo de gestar e parir gera várias mudanças na mulher, entre elas as físicas e emocionais. Para passar por esse processo a mulher precisa de apoio familiar, social e dos serviços de saúde, desde o início de sua gestação até a sua resolução. O Ministério da Saúde além de estabelecer diretrizes para manutenção da saúde das gestantes, propõe um atendimento pautado na humanização, proporcionando para família um momento harmonioso. Assim, o presente trabalho tem o objetivo de descrever a experiência de residentes de enfermagem no atendimento humanizado em uma maternidade no Sistema Único de Saúde. O cenário do estudo foi a maternidade Bairro Novo, situado no bairro Sítio Cercado, na capital do Paraná, em Curitiba. A maternidade de baixo risco realiza atendimentos exclusivamente para Sistema Único de Saúde, sob gerenciamento da Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde de Curitiba (FEAES). A FEAES em conjunto com Residência Multiprofissional de Saúde da Mulher ofertada pela Universidade Estadual de Londrina estabeleceu uma parceria, que consistia em um estágio de 30 dias na maternidade do Bairro Novo. Neste estágio externo os profissionais de enfermagem puderam conhecer o processo de humanização na maternidade Bairro Novo, que inclui: consulta de pré-natal com 37 semanas, atividade nas salas de práticas integrativas e complementares, ecografia natural, assistência ao parto de baixo risco, escalda pés, aromoterapia, cromoterapia, musicoterapia e cuidados ao puerpério imediato. Além da instituição, ofertar os serviços necessários para o bom seguimento do parto, oferece assistência integralmente de forma humanizada.

Publicado
2018-11-08