A Escritura e a implicação no trabalho de pesquisa

  • Cinthia Lucia de Oliveira Siqueira Unesp Assis
  • João Batista Martins
Palavras-chave: escritura, implicação, pesquisa participante

Resumo

Este trabalho pretende discorrer sobre a experiência de escritura de uma tese de doutorado. Nosso objetivo é explicitar o estilo de escrita enquanto revelador de nosso grau de implicação com a pesquisa. Diferente de uma linguagem acadêmica formal, nos permitimos a adoção de um gênero mais poético. Ao invés de direcionar nossas observações a uma dimensão lógica, cognitiva ou social, buscamos perseguir a complexidade simbólica experienciada no campo, porque compreendíamos o conhecimento como uma produção estética. Desta maneira, durante a pesquisa participante que realizamos com um grupo de idosos matriculados nas disciplinas de literatura e teatro de uma universidade aberta da terceira idade, constituímos uma vivência de trabalho e sentimos necessário nos prestar a essa vivência a partir de uma narração que contemplasse as dimensões subjetivas implicadas na mesma. O resultado foi um texto cujo estilo, teor e formato mantiveram-se diretamente relacionados com a clareza que tínhamos de nossa implicação, isso porque, ao longo do trabalho, soubemos mais de nossas percepções sobre a velhice do outro e de nós mesmos, o que nos fez concluir que ao desvelar o campo nos desvelamos enquanto sujeitos e que tal processo só se fez claro no momento da escritura.

Publicado
2018-10-02