As tecnologias digitais e as estratégias de aprendizagem observadas pelos professores

  • Andrea Carvalho Beluce Universidade Estadual de Londrina
  • Tamiris Sasaki de Oliveira Universidade Estadual de Londrina
  • Gracielly Terziotti de Oliveira Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: Tecnologias digitais; Estratégia de aprendizagem cognitiva; Processos cognitivos; Tecnologia educacional

Resumo

A crescente utilização das mídias digitais que possibilitam o acesso a um fluxo intenso de informações requer o uso de estratégias que viabilizem o processamento cognitivo e a apropriação de novos saberes. A presente pesquisa teve como objetivo identificar as estratégias cognitivas que os professores observam que seus alunos utilizam, seja com o uso de tecnologias da mídia clássica seja on-line. Participaram deste estudo 515 professores dos estados do Mato Grosso do Sul e Paraná. Os dados foram submetidos à estatística descritiva e inferencial. Os resultados obtidos indicaram que os professores observam a preferência dos alunos por estratégias cognitivas de elaboração que utilizam tecnologias digitais. Pondera-se que os resultados alcançados possam incitar psicólogos, psicopedagogos e professores a suscitar o uso de estratégias cognitivas, mediadas por tecnologias digitais, que proporcionem ao aluno implementar as ações que realiza ao aprender.

 

Biografia do Autor

Tamiris Sasaki de Oliveira, Universidade Estadual de Londrina

Mestranda em Psicóloga pela Universidade Estadual de Londrina, possui Graduação em Psicologia pela mesma universidade. Especialização em Neuropsicopedagogia pela Universidade Norte do Paraná e em Clinica Interdisciplinar em Estimulação Precoce pela Universidade do Contestado. Possui experiência na área de psicologia e psicanálise, com ênfase em Psicologia Clínica, Escolar, Avaliação Psicológica, Psicoeducacional, Profissional/Vocacional, Atendimento de pessoas com necessidades especiais e Intervenção precoce com bebês e pequenas crianças. Atuando profissionalmente no Centro Interdisciplinar de Diagnóstico e Tratamento Precoce dos Distúrbios Globais do Desenvolvimento - Espaço Escuta. Atua também em clínica particular.

Gracielly Terziotti de Oliveira, Universidade Estadual de Londrina

Graduada em Psicologia pela Universidade Estadual de Londrina (2013), com habilitação em Formação do Psicólogo; Bacharelado e Licenciatura. Especialista em Psicologia do Trânsito pela Sapiens-Instituto de Psicologia/Unifil. Atualmente cursa a Especialização em Avaliação e Reabilitação em Neuropsicologia - Sapiens / Unifil e é bolsista CAPES do Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Estadual de Londrina. Tem experiência na área de Psicologia, atuando principalmente na área de avaliação.

Publicado
2018-10-02