Estudo exploratório sobre pesquisas realizadas com egressos de cursos graduação

  • Homero Artur Belloni Silva Universidade Estadual de Londrina
  • Maria Elizabeth Barreto Tavares Dos Reis

Resumo

Considerando a necessidade de obtenção de feedback relativo aos cursos de graduação ofertados pelos estabelecimentos de ensino superior, pesquisas sobre o tema são relevantes, tendo em vista possibilitar o conhecimento sobre seus ex-alunos. Por outro lado, no âmbito social, podem colaborar para expor como a formação dos profissionais recém-formados tem sido realizada e as relações estabelecidas entre a formação acadêmica, conhecimento teórico-prático e a inserção na vida profissional. Uma das formas de avaliar o “estado da arte” consiste na execução de revisões de literatura já existente e, a partir delas, planejar e projetar novas ações. Dessa forma, foi efetuada uma revisão narrativa com o objetivo de investigar como tem sido realizadas pesquisas sobre egressos de curso de graduação no Brasil.  No mês de setembro de 2019, realizou-se uma busca nas seguintes bases de dados: Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (Lilacs), Scientific Electronic Library Online (Scielo), Biblioteca Virtual de Saúde (BVS) e nos Periódicos Eletrônicos em Psicologia (PePSIC). Foram utilizados os descritores: “Egresso”, “Aluno & Egresso” e “Egresso & Psicologia”. Os critérios de inclusão foram: artigos teóricos, documentais ou revisões que tratassem do tema egressos de cursos de graduação no ensino superior. Foram excluídos artigos que envolvessem egressos de cursos de pós-graduação. Como resultado foram encontrados e selecionados doze artigos que atenderam aos critérios de inclusão e exclusão. A maior parte desses artigos são inerentes a cursos da área de saúde, tais como Enfermagem, Medicina, Psicologia, e Saúde Coletiva. O curso com mais produções, nesse sentido, foi o de Enfermagem com cinco artigos publicados, enquanto a Psicologia, teve dois artigos encontrados que atenderam aos critérios propostos. Verificou-se que as metodologias utilizadas pelos estudos foram: uma revisão integrativa, uma revisão sistemática, duas revisões críticas, uma revisão bibliográfica, um estudo bibliométrico e descritivo, um levantamento bibliográfico, uma reflexão teórica, três estudos documentais e um artigo não informou sua metodologia. No caso específico das pesquisas em Psicologia, os dois artigos selecionados tratavam de estudos documentais publicados nos anos de 2013 e 2017. Os artigos, de um modo geral, apresentaram a importância do feedback dos estudos com egressos para a Universidade, também chamaram a atenção para influência das Diretrizes Curriculares Nacionais e dos Projetos Políticos Pedagógico na formação do profissional, as metodologias utilizadas, bem como a formação docente como um dos fatores de grande influência no desenvolvimento teórico prático do egresso.

 

Palavras-chave: Egressos, Ensino Superior, Psicologia.

Publicado
2019-11-13